Domingo, 26 de Julho de 2009
publicado por Maria João Marques em 26 Jul 2009, às 14:41

Apesar de algumas pessoas parecerem ainda pensar que não havia nada a esclarecer aos eleitores, Inês de Medeiros veio garantir que cumprirá o mandato de deputada à Assembleia da República se para isso for eleita. Fez muito bem e trata-se de uma grande evolução desde as escandalosas candidaturas duplas de Elisa Ferreira e Ana Gomes, além de uma grande lição a quem reagiu como se não houvesse necessidade de umas palavrinhas da candidata. Mas não faz mal: há quem ainda não se tenha apercebido das mudanças que levaram à vitória do PSD nas Europeias e do que mudou depois dessa vitória. Em todo o caso, pretendendo Inês de Medeiros, na AR, dar atenção às mulheres, continua a temer-se o pior. (Mas, claro, isto sou eu, senhor hirsuto e machista, que acha que o mulherio devia estar em casa a tomar conta da criançada numerosa, que reprovo o uso de maquilhagem e roupa justa e por aí adiante).


6 comentários:
De arita a 26 de Julho de 2009 às 17:53
bom post :D


De Stran a 26 de Julho de 2009 às 19:04
E o Nuno Morais Sarmento já esclareceu o que vai fazer?


De Nuno Gouveia a 26 de Julho de 2009 às 19:09
Quando as listas do PSD forem conhecidas, que ainda não o são, essa pergunta fará sentido. Agora é apenas ruído...


De Stran a 26 de Julho de 2009 às 21:50
Deixa-me adivinhar: e só vão ser conhecidas lá para setembro.

Mas não me esqueço do que afirmaste, quando se souber eu irei voltar cá para perguntar, nessa altura.


De Nuno Gouveia a 26 de Julho de 2009 às 22:17
Se lê blogues, presumo que também leia jornais. E foi dito pela direcção do PSD iria aprovar as listas no inicio de Agosto. Mas como gosto dessa ansiedade para conhecer o PSD nas hostes socialistas. Em Abril também andavam assim... antes de ser apresentado Paulo Rangel.


De Stran a 27 de Julho de 2009 às 18:03
Hostes socialistas??? Enganaste-te muito...

Quanto à minha suposta "ansiedade" deriva de teres chutado para canto a minha pergunta. Poderias ter respondido, no entanto e convenientemente não o fizeste.

Como é bom não ter nada para apresentar para não se ser criticado...


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds