Quinta-feira, 27 de Agosto de 2009
publicado por Tiago Moreira Ramalho em 27 Ago 2009, às 13:22

Ai que linda, que linda!, que é esta expressão do admirável líder. Poderia ser colocada num livro rosa junto de outras como «liberdade respeitosa», «humildade democrática» e restantes chavões. O problema é que normalmente aqueles que criam frases sonantes como estas são os primeiros a desrespeitar o putativo significado.

Hoje é a apresentação do programa do PSD para a governação do país. Aguardado como é, irá chamar as atenções da imprensa. O medo da team do admirável líder é tanto que, para tentarem retirar as objectivas de Manuela Ferreira Leite, marcaram, para a mesma hora da apresentação do programa, uma «iniciativa de campanha» na qual a nossa «prioridade» – o João Galamba, claro – vai estar presente.

Para além disto, cancelaram a Grande Entrevista que ia ser concedida a Judite de Sousa, voltando com a palavra atrás, coisa que nos vai fazendo pouca, demasiado pouca confusão. A nova data é terça-feira. Preclaros leitores, quanto quereis apostar que na terça-feira que vem o sr. José Sócrates não irá fazer mais que malhar no programa do PSD? Mas que bota-abaixista! Com franqueza!
É o escrúpulo democrático desta gente. Já na campanha eleitoral fazem por manipular as atenções dos media, voltam atrás com a palavra dada e tudo com uma candura que dá vómitos. Como é que ainda há alguém a pensar que será diferente caso ganhem as eleições?

1 comentário:
De horacio a 27 de Agosto de 2009 às 16:08
A propósito de Justiça e Politica Social deixo este link do CM para verem onde isto chegou:

http://www.correiodamanha.pt/noticia.aspx?channelid=00000181-0000-0000-0000-000000000181&contentid=6DE2B680-325F-4D26-B0D3-A8D2D091678C


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds