Segunda-feira, 27 de Julho de 2009
publicado por José Gomes André em 27 Jul 2009, às 02:45

O PS tem encarado esta campanha eleitoral como se de um leilão se tratasse. A cada imaginado “quem dá mais?” responde Sócrates com um longo enunciado de propostas: subsídios para todos os grupos sociais, internacionalização de empresas, bolsas para estudantes, passes para transportes, emprego para quem não trabalha, obras farónicas, baixas médicas suportadas pelo Estado – não há área da actividade social e económica que não receba chorudos incentivos financeiros.

Restam dois problemas, claro. Um é de índole pragmática: com a receita a diminuir brutalmente, e a despesa a crescer, apetece perguntar como é que o Estado vai pagar tudo isto. Não sou perito em economia, mas a resposta – todos o sabemos – passará ou pelo aumento significativo dos impostos ou pelo crescimento de uma já assustadora dívida externa. Convinha que quando Sócrates promete o bolo esclarecesse de onde vem a farinha.
O segundo problema é, obviamente, a questão da credibilidade. Depois de fazer vista grossa ao seu próprio programa eleitoral, desde o tema da (não)subida de impostos ao (putativo) controlo do défice, estas propostas de Sócrates equivalem a um punhado cheio de nada, uma espécie de divagação política que ninguém pode levar a sério.

3 comentários:
De AP a 27 de Julho de 2009 às 03:17
Se há característica que um líder tem de ter é assumir responsabilidades e, por vezes, admitir que errou. Uma das marcas do governo (ou "tragédia" - para criar um conjunto helénico) de Sócrates é a sua persistente falta de responsabilidade. Nunca assumiu um erro, tenta ludibriar qualquer facto apresentado que não coincida com a sua visão para Portugal. Esta característica, ou neste caso, falta dela, fez com se tornasse impossível ouvir o PM durante mais de 5 minutos. Em 2005 prometia 150 000 novos empregos, no fim, e quando, quase 150 000 é o número de novos desempregados compartivamente a 2004, ele lá arranja uma desculpa, um se, um mas, nunca admite. Agora temos um Sócrates que promete este mundo e o outro, que do dia para noite, percebe que tem que ir a votos (que massada para ele) e há que tentar iludir a plebe que há muito anda com a corda na garganta. Já há dinheiro para tudo, já chovem incentivos e novas regalias sociais, já quer ser amigo das empresas, enfim... Este senhor tem de ser parado sob pena de ver Portugal cada mais afundado no pantâno, desta vez, não o de Guterres mas sim o do Sr. Sócrates e desta gente que anda pelo Largo do Rato que não são de fiar (Ministro SS, Vitalino Canas, Silva Pereira, Alberto Martins, Ricardo Reis, Vitorinos e outras companhias indesejadas).


De Pedro Barbosa Pinto a 27 de Julho de 2009 às 10:49
"Convinha que quando Sócrates promete o bolo esclarecesse de onde vem a farinha."

Palpita-me que a irritação do BE contra ele seja precisamente por não conseguirem descobrir onde arranja ele a "farinha". Sim, porque o mundo maravilhoso com que Sócrates nos acena não pode ser fruto só dum romance antigo com a Maria Joana.


De Amêijoa Fresca a 28 de Julho de 2009 às 12:29
Sócrates, o filósofo vs...

Uma mão cheia de nada,
noutra cheia de promessas,
nesta política iluminada
por candeias às avessas.

Numa catarse licitadora
de verborreia eleitoral,
a técnica maquilhadora
da demagogia imoral!


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds