Terça-feira, 1 de Setembro de 2009
publicado por Nuno Gouveia em 01 Set 2009, às 20:06

Ao longo desta legislatura vários foram os episódios que mostraram a forma abusiva de como o PS se aproveitou do aparelho de Estado e das estruturas públicas. Mas nem precisámos de recuar muito para encontrar dois bons exemplos disto.

 

Na semana passada, José Sócrates tinha marcada uma entrevista na RTP, na sequência de uma série de entrevistas aos líderes partidários durante os meses de Julho e Agosto. Mas Sócrates, tal qual o patrão da televisão do Estado, desconvocou essa entrevista em cima da hora, e estará hoje numa sessão especial, de um programa que é emitido à quinta-feira, para poder responder ao programa do PSD. Se tivesse sido no dia em que estava originalmente marcada, esta entrevista nunca poderia ser sobre as propostas do PSD. Desta forma, Sócrates mostra, de forma inequívoca, quem dita as regras na agenda da RTP.

Uma das questões que divide neste momento o PSD e o PS é a construção do TGV. A RAVE, comportando-se como operacionais da propaganda socialista, lançaram-se numa campanha de “esclarecimento” sobre as vantagens do TGV em pleno período eleitoral. Isto com os dinheiros públicos. Ainda sobre o TGV, também não deixam de ser curiosas as reportagens que têm surgido na RTP sobre o carácter "benigno" do TGV. Hoje, no Jornal da Tarde, lá apareceu a reportagem, com emigrantes portugueses a viver em França, a elogiar a construção do TGV. Tudo por acaso, claro.

Duas instituições publicas que tudo têm feito para favorecer o Partido Socialista nesta campanha eleitoral. Será que não há vergonha neste país?

 



Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds