Quinta-feira, 3 de Setembro de 2009
publicado por Alexandre Homem Cristo em 03 Set 2009, às 17:55

Reacções no Simplex (aqui e aqui) chamam à atenção para o facto da decisão da TVI, de cancelar o Jornal Nacional de Sexta-Feira, ser prejudicial para o PS, pois permite a formulação de suspeitas à volta das pressões de José Sócrates na estação de televisão.

 

Ora este argumento – de que isto é prejudicial para o PS – tem uma falha. Sabe-se agora que Moura Guedes iria lançar amanhã novos dados sobre o caso Freeport, e o passado já mostrou o poder mediático do seu Jornal televisivo. Ou seja, ficasse no ar ou não, o PS ficaria abalado, ou com suspeitas de ‘asfixia democrática’ ou com o regresso do caso Freeport à agenda, com novas informações. Para piorar o cenário, uma recente e conveniente ‘fuga de informação’ sobre o caso Freeport, afirmando que Sócrates não seria constituído arguido, demonstra bem a importância do tema para os lados do PS. Daí que a argumentação no Simplex seja simplista: esquece que o PS sai menos prejudicado com suspeitas de tiranizar a liberdade de imprensa do que com suspeitas de corrupção por parte do seu líder.


2 comentários:
De jeronimo a 3 de Setembro de 2009 às 18:43
E por causa da suspensão do Jornal da Manela a notícia "bombástica" sobre o Freeport fica enterrada para sempre ? É esse o seu raciocínio ? Realmente, este argumento não tem nenhuma falha ....


De bernardo a 3 de Setembro de 2009 às 19:00
apenas a MMG pode dar esse tipo de noticias?se essa noticia existe e é VERDADEIRA, pode aparecer em qualquer serviço noticioso. Mas tal como todos sabemos, muito daquilo que por lá passava, tinha o seu quê de fantasioso. sejamos sérios, aquele telejornal já deveria ter acabado à muito tempo, aquilo não tinha qualquer intenão de informar, apenas atacar o 1º ministro.


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds