Sexta-feira, 4 de Setembro de 2009
publicado por Paulo Tunhas em 04 Set 2009, às 08:08

Os tempos são tempos de cinismo. De fria e calculada negação instrumental do óbvio. É preciso ser muito distraído para não sentir nisto um fundo desprezo pelas pessoas e um secreto gostozinho pela podridão que, como num poema de Sophia de Mello Breyner, "torna as almas mais pequenas". Votar PSD nas próximas eleições é, além de outras coisas positivas, um acto de legítima defesa.


3 comentários:
De jeronimo a 4 de Setembro de 2009 às 09:10
Não podia estar mais de acordo consigo, excepto na última frase. Estes são os tempos em que definitivamenteas almas pequenas se renderam ao efeito espectacular que a insinuação, a calúnia e a insídia conseguem. Parafraseando uma das mais emblemáticas figuras deste tempo de cinismo:
"Não interessa se é ou não verdade. O que interessa é que as pessoas acham que pode ser."
Mais cínico (e desonesto) do que isto é dificil ...


De Martim a 4 de Setembro de 2009 às 10:22
Concordo interiramente. Escrevi aliás isso ontem. Acredito que a direcção do PS não tenha pressionado neste momento o afastamento de Moura Guedes. O problema é que neste clima pesado, deletério, de apodrecimento da política e de subserviência, há muita gente disposta a mostrar serviço e a fazer aquilo que pensa que à direcção do PS agradaria. Há muitas directores regionais da Educação do Norte. Até em Espanha,


De ruy a 4 de Setembro de 2009 às 10:39
Os psicopatas geralmente falam muito, expressam-se com encanto, têm respostas espertas e contam histórias — muito improváveis, mas convincentes — que lhes deixam em uma boa situação perante as pessoas. Não obstante, o observador atento vê que eles são muito superficiais e nada sinceros, como se estivessem lendo mecanicamente um texto.

O psicopata tem uma auto-estima muito elevada, um grande narcisismo, um egocentrismo fora do comum e uma sensação omnipresente de que tudo lhe é permitido. Ou seja, sente-se o ‘centro do universo’ e se crê um ser superior regido por suas próprias normas. É compreensível que, com tal percepção de si mesmo, pareça diante do observador como altamente arrogante, dominante e muito seguro de tudo o que diz.
Na realidade, os psicopatas usam metáforas, já que, em seu comportamento enganoso e manipulador, a linguagem florida e figurativa joga uma parte importante.
Por serem charmosos, eloquentes, “inteligentes” e sedutores costumam não levantar a menor suspeita de quem realmente são. Visam apenas o benefício próprio, almejam o poder e o status, engordam ilicitamente suas contas bancárias, são mentirosos contumazes, parasitas, chefes tiranos, pedófilos, líderes natos da maldade.

( “Mentes Perigosas” de Ana Beatriz Silva)


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds