Terça-feira, 28 de Julho de 2009
publicado por Carlos Botelho em 28 Jul 2009, às 01:14

 

Cada uma destas cerimónias (na verdade, sessões de propaganda em campanha eleitoral de facto) é sempre mais uma "nova oportunidade" para um Sócrates omnipresente mostrar serviço. Nestes "acontecimentos", as pessoas que vão, agradecidas, receber o computador, não são mais do que figurantes numa teatrada em que o primeiro-ministro é o actor principal. Ele está ali representando o seu papel e aqueles "alunos" passam pelo palco com um estatuto semelhante ao dos cenários: contribuem para o brilho do primeiro-ministro, compõem a cena - é só para isso que lá estão. Ou melhor, que os põem lá. Pior que figurantes, são meros instrumentos da propaganda de Sócrates.

Não é por acaso (nada disto é por acaso...) que o contemplado com o milionésimo portátil é um aluno das Novas Oportunidades - uma das jóias (falsas) da coroa da governação Sócrates. Ora, é o próprio aluno a "oportunidade" de que o primeiro-ministro se serve para fazer mais um dos seus video-números. Devia haver pudor em se servir de pessoas que estarão genuinamente satisfeitas e gratas pelo que conseguiram (se estão a ser ludribiadas, isso é outra história...). Mas não. Para este nosso primeiro-ministro, só a imagem conta - não o que haja de real por detrás dela.

Neste tipo de coisas, Sócrates tem, muitas vezes, ajudas provavelmente menos inconscientes do que os figurantes ingénuos. Vemos, assim, a solicitude tão sorridente do "rosto" principal da PT e a colaboração sempre competente da RTP, que até foi buscar as imagens de propaganda da e-escola e do fetiche Magalhães (pelo menos, houve o pudor de não mostrarem a criancinha que dizia 'o Magalhães é o meu melhor amigo'...)

E que dizer do "conteúdo" da arenga do primeiro-ministro? Para lá do tom quase choramingas sobre as "incompreensões", "críticas" e outras inexplicáveis malfeitorias (depreende-se que dos "pessimistas" e "bota-abaixistas"), disse e redisse o que estava escrito pelos vários cenários portáteis dispostos atrás de si (e que a tv, simpática, lá ia mostrando): 'um milhão de computadores, um milhão de computadores!'. No pensamento primitivo, crê-se que a insistência nas palavras mágicas acaba por operar alterações na realidade. Este primeiro-ministro parece acreditar que é despejando computadores de qualquer maneira para cima de um país, que este entra na "modernidade", como ele diz. Poderá não ser primitivo, mas é provinciano.

 


2 comentários:
De João Neto a 28 de Julho de 2009 às 08:27
Spots publicitários deste género fazem-me pensar se não teria mesmo sentido privatizar a RTP:

http:/ tinyurl.com /lv2lqw

2 mil milhões de euros entre 2011-2008 (250.000 EUR /ano) absorveu este canal....

O que pensa o PSD sobre este tema? Imagino que já não estejamos naquela fase-Menezes de acabar com a publicidade na estação pública e torná-la AINDA mais dependente dos Governos...


De Amêijoa Fresca a 28 de Julho de 2009 às 10:48
Despejar computadores
sem dó nem piedade,
com meios manipuladores
da mais pura futilidade.

A ingenuidade dos figurantes
nestas cenas enternecedoras,
são como produtos expirantes
nas garras das trituradoras.

No pensamento primitivo
da propaganda eleitoral,
abusa-se do superlativo
na prolixidade gutural.


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds