Sexta-feira, 25 de Setembro de 2009
publicado por Nuno Gouveia em 25 Set 2009, às 20:15

No domingo o país irá escolher o próximo Governo. Se os portugueses estão contentes com o actual rumo, José Sócrates será reconduzido no cargo. Se considerarem que é preciso outro caminho, Manuela Ferreira Leite será a próxima líder do Governo. Estas são as duas grandes opções em cima da mesa. Com a situação dramática que o país vive, espero que o PSD ganhe as eleições. Como escreveu Vasco Graça Moura, é um imperativo patriótico derrotar José Sócrates. 


2 comentários:
De nossasenhoradoimpossivel a 25 de Setembro de 2009 às 20:32
"O Lobo Perde os Dentes Mas Não os Vícios", provérbio popular
Num dos meus últimos artigos tentei visualizar o cenário de catástrofe económica que seria um hipotético Governo José Sócrates II e quanto mais escrevia mais aterrorizado ia ficando. Uma taxa de inflação elevadíssima em resultado das despesas loucas com as obras públicas megalómanas. Um défice na casa dos 8% do PIB ou mais. Uma dívida pública de 120% do PIB. Taxa de desemprego entre 11% a 13% (em redor de 750 000 desempregados): Juros para as empresas na casa dos 15% ao ano. Um "crescimento" económico de 0.5% ou 1% no máximo.
Ocorreu-me também no artigo final que devemos deixar os portugueses ir para o período de reflexão sublinhando que se votarem em José Sócrates de novo não podem dizer que não o conhecem e portanto não se venham lamentar. O mesmo se votarem nulo, em branco ou nos votos "de protesto" no BE ou na CDU e mesmo se votarem no respeitável CDS/PP. Só o voto no PSD permite afastar o cenário de pesadelo Governo José Sócrates II. Não se deixem iludir por este recente verniz de simpatia. Lembrem-se: "lobo perde os dentes mas não perde os vìcios". Votem bem!


De Rui a 25 de Setembro de 2009 às 20:45
Eleições – A Minha Perspectiva
Neste momento, e ainda que eu saiba que elegemos deputados e não um PM, só há efectivamente duas pessoas em Portugal em condições de o serem: a MFL e o JS. Não votar num é, automaticamente, mais um voto no outro. As escolhas são feitas em função das nossas convicções e das nossas prioridades. A minha convicção é a de que Portugal não pode continuar este antro de porcaria, esta cloaca de indigências. Assim, a minha prioridade é tirar o poder a Sócrates e aos seus acólitos. O que vier depois, resolve-se depois. Como dizia uma colega minha da escola que tinha decidido fazer voto útil: é uma questão de vida ou de morte.
Também tenho a percepção de que, qualquer que seja o resultado de domingo, há um ciclo que se fecha: o da maioria absoluta, seja a que existe, seja uma outra. E é assim que se deve aprender a viver em democracia, obrigando-nos e sermos obrigados a ouvir os outros. Como eu gostava que na política imperasse o bom senso e as propostas fossem aprovadas ou rejeitadas pelo seu mérito e não pela cor política. Mas infelizmente não é o que acontece.
Eu vou votar PSD e não partilho dos medos do papão da direita. Nunca fomos tão agredidos na nossa dignidade pessoal e profissional como nestes últimos 4 anos, nem pouco mais ou menos… Não esquecendo o passado, não o uso em benefício do apelo ao voto numa cor política, porque a fazê-lo então fá-lo-ia com TODOS. Porque se não concordei com algumas medidas de um governo anterior, também não concordo com o regime norte coreano que outros defenderam/defendem, por exemplo. E a utilização do passado como descupabilização tem sido uma das técnicas de JS: a culpa nunca é dele, foi sempre dos outros, eles é que fizeram mal. As crianças também utilizam esse tipo de argumentação, mas depois crescem…
Eu não tenho nenhum medo da direita no poder, é muito mais controlável e controlada que a esquerda já que esta tende a ser mais “desconfiada” e interventiva aquando na oposição. Nem tenho receio nenhum de uma coligação com o CDS, as políticas de educação que defendem são das que mais se aproximam ao que penso e defendo. Nunca a direita fez em Portugal o que esta gente que se assume de esquerda fez, Por exemplo, o governo PSL que nem aqueceu o lugar. E não fez nem um décimo das m*** que este JS fez!
Penso que chegou a hora de deixarmos de votar num partido com a mesma fé com que defendemos a cor do nosso clube, ainda que ele jogue mal e tenha feito péssimas opções. O voto tem te ser esclarecido, racional e de acordo com o que vivemos e queremos.
Quantos de nós/vós leram as propostas para a educação? Por exemplo, quanto de vós querem uma agência externa para nos avaliar, sem saber sequer como vão ser os critérios para definir os mais capazes? Ainda ontem ouvi esta proposta. Não vos cheira a mais do mesmo?
Ainda temos 2 dias para nos informarmos, interrogarmos, pensarmos, decidirmos.
Para terminar, não defino os meus amigos em função das suas cores, quaisquer que elas sejam. Mas também nunca gostei que mo fizessem. Prezo muito a independência, a liberdade e não convivo bem com fundamentalismos. No domingo irei estar com pessoas que, independentemente da cor política, se respeitam e têm uma visão comum do que não querem: mais 4 anos de uma maioria JS.
Que domingo seja para todos o início de um novo ciclo, que ninguém se demita de participar nele de forma convicta, atenta e empenhada, são os meus votos.
Ana Mendes da Silva



Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds