Quarta-feira, 29 de Julho de 2009
publicado por Tiago Moreira Ramalho em 29 Jul 2009, às 23:33

Acabo de ouvir no Directo ao Assunto Emídio Rangel dizer que a falta de Manuela Ferreira Leite à festa do Chão da Lagoa foi um excelente exemplo de hipocrisia política. Basicamente disse que MFL mentiu, com um sorriso maquiavélico no rosto. Isto minutos depois de se ter mostrado chocado com quem criticava José Sócrates pela seu auto-elogio em relação ao défice.

Isto mostra a forma como Emídio Rangel está na política e mostra a pobreza do seu comentário em análise. Alguém confrontar José Sócrates (que até confessou na conferência que aquilo «lhe tinha saído mal») com uma afirmação daquelas é terrível, é política do caso e José Sócrates estava apenas a dizer a verdade. Ai de quem diga que aquilo não é coisa que se diga. Já em relação a MFL pode dizer-se o que apetecer, incluindo chamar-lhe mentirosa por causa de uma festa na Madeira. É triste. É o que temos.


6 comentários:
De Stran a 30 de Julho de 2009 às 00:30
Oi Tiago,

Olha escrevo este comentário por ser o meu ultimo neste blogue. Julgo que mereces essa consideração, porque tenho-te em elevada estima como sabes.

No entanto, julgo que hoje atingi o ponto final de paciência e só te peço que publiques o meu comentário.

Pela segunda vez na minha vida fui censurado, num blogue. Desta vez neste blogue: o Jamais. Julgo que não é a postura correcta de se estar num blogue, principalmente num blogue politico, ou seja na politica.

Viver em democracia é viver em debate e respeito. Pelos vistos não é assim entendido por todos aqui neste blogue.

Assim depois de ser censurado só me basta auto-censurar e deixar de ajudar no debate politico. Continuarei a discutir no teu blogue e obviamente voltarei à carga ;)

O mesmo se aplica ao Nuno Gouveia pois também ficou uma questão em aberto.

A ti, ao Nuno, e ao Levy os meus maiores cumprimentos por me "aturar" e boa sorte (embora obviamente saibam que não partilho da vossa opinião).

Um abraço,

Stran


De Tiago Moreira Ramalho a 30 de Julho de 2009 às 10:01
Não sei o que te dizer...


De Pedro Barbosa Pinto a 30 de Julho de 2009 às 09:54
Quem é Emídio Rangel?


De Pedro Barbosa Pinto a 30 de Julho de 2009 às 11:32
Tem piada que pela fotografia até se parece um gajo que aqui há uns anos foi notícia porque foi apanhado a tentar assaltar uma casa ou um escritório, já nem me lembro bem, com um berbequim.


De Carlos ferreira a 30 de Julho de 2009 às 23:32
coisas curiosas…
rasga não rasga?

http://www.youtube.com/watch?v=LhEXNsXtTBg

lol



Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds