Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009
publicado por Miguel Reis Cunha em 06 Ago 2009, às 05:43

Há certas reacções que me parecem perfeitamente básicas e totalmente ridículas: Uma pessoa ficar chateada porque não ficou nas listas, porque ficou em nº2 quando queria ter ficado em nº1 ou porque ficou em nº5 quando queria ter ficado em nº4 ou porque o cabeça de lista de um determinado distrito é “pára-quedista” porque nem ele, nem os pais, nem os avós ou bisavós têm qualquer ligação de sangue com esse distrito, é uma situação completamente patética.
Faz-me lembrar o Portugal do século XIX no seu pior, com os seus caciques locais a reclamarem os eternos e tão desejados “tachos”.

A meu ver, uma lista a deputados deve ter sempre duas componentes, uma de representatividade do distrito e uma outra componente de mais valia garantida em termos de competência seja ela originária do distrito ou não.
Por outro lado, há regras próprias internas do partido, há uma líder do partido e há órgãos com as competências próprias para escolher as listas definitivas e é isso que se tem de respeitar. Ainda temos bem presente na nossa memória o mosaico de sensibilidades e facções que compôs o último grupo parlamentar do PSD que gerou várias situações desagradáveis e até incompreensíveis. É perfeitamente óbvio que Manuela Ferreira Leite não queira repetir, de novo, esse filme e aposte, antes, num grupo que seja mais homogéneo e leal.
O que deve animar quem pertence e quer ter voz activa num partido é o espírito de serviço ao partido e ao país e não aos “botõezinhos da sua camisa”. Quem anda na política não deve ter como objectivo principal satisfazer o seu ego, o seu orgulho e a sua vaidade pessoal ou regional. Quem gostaria que o seu partido acolhesse todos os seus anseios, bateu na porta errada. Quem tem esses sentimentos não tem o tal espírito de serviço que deve animar o verdadeiro político.
Mas se calhar, eu digo isto, porque sou ingénuo. Felizmente que a minha líder também o é !
 


8 comentários:
De Xarope a 6 de Agosto de 2009 às 08:28
António Preto e Helena Lopes da Costa faziam lá muita falta por serem muito leais.

Zèzinha também é conhecida por essa qualidade.

E achei piada a uma coisa: foram ouvidos, para a constituição das listas, os últimos líderes parlamentares: Marques Guedes e Paulo Rangel.

Ora, se bem me recordo, antes de Paulo Rangel o líder parlamentar não era Marques Guedes. Era um companheiro a quem a D. MFL fez ultimamente um rasgado elogio.

Eu, por mim, e em face do que tem acontecido ultimamente, já não digo «jamais». Digo «olha, que se lixe».


De zedeportugal a 6 de Agosto de 2009 às 10:42
Ingénuo? Não! Fiel (em espanhol diz-se Fidel).

Até a mim - que sou completamente alheio (deveria dizer alérgico) a quaisquer interesses partidários - isso me é óbvio.

É com homens assim que se constituem grupos parlamentares que falam sempre a uma só voz. Tão a uma só voz que poderiam ser substituídos, com vantagem, por um só... megafone.

Gente que não pratica a democracia nas suas escolhas dentro do grupo a que pertence, como poderá praticá-la depois no exercício do poder da nação?

Nota: Uma cópia deste comentário vai ficar guardada aqui no meu "desktop", para o caso (plausível) de ele não vir a ser publicado. Nesse caso, logo mais o publicarei no meu blogue, com o comentário apropriado. Saudações democráticas, para todos.


De Mário da Cruz a 6 de Agosto de 2009 às 22:33
Com ameaças e tudo! Mas que falta de educação Sr. Zede!

Dá para perceber em que tipo de democracia o Sr. vive.


De Anónimo a 6 de Agosto de 2009 às 23:56
O sr. Mário, pelo contrário, vê-se logo que é pessoa muito educada. Parabéns!
E o sr., vive em que democracia? Na da escolha sufragada pelas bases, ou naquela discriminatória referida no texto do post?

Ps: Já agora, apenas por mera curiosidade, porque está o sr. a responder-me em vez do autor do post, a quem eu me dirijo pessoalmente? É que aqueles que me ensinaram as regras da boa educação sempre me disseram que era pouco educado alguém meter-se nas conversas alheias sem ser convidado a tal. Estariam certos os meus educadores?

Um bom fim de semana para si também.


De Mário Cruz a 7 de Agosto de 2009 às 00:22
Provavelmente não havia blogues quando lhe ensinaram as boas maneiras.

Aqui todos estamos convidados a comentar o que por cá se escreve.

Eu só comentei a sua "nota" que achei mt "original"!


De Amêijoa Fresca a 6 de Agosto de 2009 às 11:00
Com a raposa afastada
depois de muito esfolar,
nesta quinta infestada
de “tachistas” a esmolar.

A decisão foi democrática
com opiniões divergentes,
a unanimidade autocrática
é para políticos indigentes!


De am a 6 de Agosto de 2009 às 14:02
Na lista do Porto, não a defendendo por motivos óbvios, há 8 candidatos com menos de 40 anos nos 14 primeiros lugares.


De NP a 6 de Agosto de 2009 às 21:39
O PSD aproxima-se do abismo, mas continua a avançar com convicção.

Começa a ser insultuoso que o D signifique "Democrata" na designação de um partido onde a democracia foi atirada pela janela.

De Ângelo Correia a Camilo Lourenço (que já vi citado algures aqui no blog), passando por mim próprio, acho que Manuela Ferreira Leite claramente não sabe o que anda a fazer e está a destruir um partido que tem responsabilidades, quanto mais não seja porque é o principal partido da oposição.

"Se a senhora não consegue conciliar, assimilar, unir o partido, como fará com o País?", acabei de ouvir Ângelo Pereira a comentar na SIC Notícias.

Vergonhoso. Não para o partido, mas para a democracia.


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds