Quinta-feira, 6 de Agosto de 2009
publicado por João Gonçalves em 06 Ago 2009, às 22:46

Aquele "frente-a-frente" na SIC-Notícias raramente atinge o objectivo. O desta noite, porém, revelou-se perfeitamente esdrúxulo. Duas pessoas de partidos diferentes, a dra. Maria de Belém e o magnífico Ângelo Correia, conseguiram dizer as mesmas coisas sobre a dra. Ferreira Leite e o PSD. Aliás, a dra. Belém manifestou-se muito mais compungida com o PSD do que Ângelo. Estas "dores" a uma só voz são, felizmente, clarificadoras. Estou sempre a recorrer a este clássico, apesar de se tratar de Ângelo Correia que, presumo, não deve estar familiarizado com a coisa. Nunca há bom vento para quem não conhece o seu porto. Dos dois, só Maria de Belém pareceu conhecer o seu apesar de ter sido "chutada" pelo admirável líder para "cabeça" em Aveiro. Não é só a estação que é parva.

Adenda: Um dos maiores especialistas nacionais em pantomima política, o prof. Rebelo de Sousa, também veio deitar lama para a ventoínha. Não me recordo de o ver comentar com tanto interesse a formação das listas do PS, por sinal o partido que vai ser escrutinado a 27 de Setembro por quatro anos de governo e de maioria absoluta. É que se tivesse acontecido tudo ao contrário, as mesmas pessoas iam dizer exactamente as mesmas coisas.

Adenda2: Até Medeiros Ferreira - que costuma ser um racionalista irónico que sabe perfeitamente de quem se fala quando se fala de Sócrates - menciona um "retrocesso civilizacional" por causa das listas do PSD. Por este andar, Sócrates ainda vai ser aparecer em banda desenhada para ajudar criancinhas instáveis a comer a sopa.

 

Adenda3:  Decidi republicar este post aqui porque me está a causar alguma impressão - isto é para não ser antipático - ver "destacados" (é assim que são tratados na gíria) militantes de um partido (do qual já não sou militante há uns anos) andarem, há dois dias, a fazer a campanha de e por Sócrates enquanto ele está de férias. Depois, porque parece que toda a gente, à excepção do bardo que é um verdadeiro profissional da indignação, se esqueceu que Sócrates varreu os amigos de Manuel Alegre das listas de deputados, por sinal, umas listas maravilhosas. Não me passa pela cabeça "defender" as listas de Ferreira Leite. Mas menos me passa esquecer, nem que seja por um segundo, o essencial que estará em causa no dia 27 de Setembro. A estação é parva mas não abusem.

 

Adenda4 : Por falar em bardos, em Sócrates e em Alegre, o Eduardo Pitta provou, uma vez mais, que por detrás de um poeta raramente se encontra um político mesmo que em versão "analista". Nem Pompidou, que coligiu poesia francesa, se safou.


3 comentários:
De martim a 7 de Agosto de 2009 às 00:51
Manuela Ferreira Leite tinha tudo para ganhar as eleições e agora precisa de fazer muito outra vez para lá chegar.
Independentemente da nossa opinião, neste momento, é claro que os estragos causados com o tiro no pé das listas exigem uma reacção da Direcção do PSD, que lhe devolva a iniciativa política. Há muito por onde escolher.
A Direcção tem de evitar a atitude negativa e ríspida de quem, de súbito, se sente acossado e agir, dar explicações, dar sinais de humildade, de abertura, e lançar coisas novas, que retirem a polémica das listas das primeiras páginas.
Isso não se faz com autos-de-fé às opiniões contrárias (espírito negativo subjacente a este post que agora comento). FAz-se com imaginação.Isso é mais difícil, não é?


De José Barros a 7 de Agosto de 2009 às 04:02
Não certamente por acaso os "representantes" do PSD nos programas de debate televisivo serem, na sua maioria, opositores de Manuela Ferreira Leite: Pedro Marques Lopes no Eixo do Mal, CAA no Directo ao Assunto, Morais Sarmento no frente a frente com Augusto Santos Silva e agora Ângelo Correia que, pelos vistos, também comenta na Sic-Notícias.

É uma tendência de há uns anos para cá: o PSD tem má imprensa, os seus opositores internos têm-na e da boa. Dito isto, o PSD já ganhou eleições contra os media e recentemente tambám contra sondagens, pelo que tudo se resume à capacidade de Manuela Ferreira Leite de apresentar um bom programa. Indo para além do ruído, os eleitores saberão julgar o resto.


De Maria Tuga a 7 de Agosto de 2009 às 10:22
Se a Direcção do PSD foi ganha pela Dr.ª M. Ferreira Leite, ela tem toda a legitimidade para escolher as pessoas que entender.Queriam continuar com aquela mentalidade do nós somos todos muito amiguinhos,...somos tudo gente fixe...blá , blá, blá. Acho que ela está a actuar bem...


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds