Domingo, 16 de Agosto de 2009
publicado por Carlos Botelho em 16 Ago 2009, às 17:48

Por que será que o João Galamba não publica isto no Simplex, em vez desta coisa... enfim, francamente ridícula?


8 comentários:
De Joaquim Amado Lopes a 16 de Agosto de 2009 às 20:57
Já publicou mas, fiel ao seu "estilo", censura os comentários que não lhe agradam.


De sitiocomvistasobreacidade a 16 de Agosto de 2009 às 21:49
O Post de João Gonçalves sobre João Constâncio é um nojo e confirma aquilo que é bem visível neste espaço. Nada se discute seriamente, apenas comentam a pequena trica, fazem a piada fácil. A quantidade de posts que já fizeram sobre a Carolina é disso revelador.


De Joaquim Amado Lopes a 16 de Agosto de 2009 às 23:36
Não sei se o seu critério de "nojo" é absoluto ou relativo. Mas de uma coisa sei: para classificar o post do João Gonçalves de "nojo", de certeza não o está a comparar com os post do Simplex.
E, muito provavelmente, não leu o post do João Constâncio nem tem acompanhado o "brilharete" que o pai dele tem feito no Banco de Portugal.


De Carlos Botelho a 17 de Agosto de 2009 às 12:07
Sítiocomvistasobreacidade-donde-não-se-avista-grande-coisa,
os posts não foram "sobre a Carolina"; foram sobre A ESCOLHA DA Carolina, isto é, foram sobre Sócrates, percebe?...


De Paulo a 16 de Agosto de 2009 às 21:19
Sei que censura os posts que não lhe agradam é o mais purinho dos socialistas


De amália a 16 de Agosto de 2009 às 21:28
Por ser filho do outro vou relembrar uma história de lobo e cordeiro: Estavam um lobo e um cordeiro à beira de um regato, situando-se o primeiro a montante e o outro a jusante. Dizia o lobo _ Não me sujes a água que te como.
Respondia o cordeiro _ Mas, sr. Lobo, isso não é possível, porque o senhor está do lado da nascente e eu do lado da foz.
Responde o lobo _ Se não és tu, foi o teu pai. E zás! Trincou o cordeiro com os seus afiadíssimos dentes , feitos para retalhar os que acreditam na justiça da verdade e da inocência sem culpa provada.


De NetKingCool a 17 de Agosto de 2009 às 03:31
sera que ele acha que é aquele tipo de linguagem que os portugueses querem no parlamento?
o tipo tem que sair mais vezes a rua mas evitar estadios de futebol e tascas de bairro de lata
a falta de chá é dificil de corrigir


De rb a 17 de Agosto de 2009 às 15:27
De facto, este bocadinho de prosa, "expele exactamente o mesmo estilo de flatulência política do papá", é tudo menos insultuoso. Insultar sim, mas com estilo.


Comentar post


Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.
Vídeo da Semana
autores
posts recentes

Valeu a pena dizer "Jamai...

...

A luta continua.

Até amanhã camaradas

Post final

O novo PSD

"Obrigado Manuela", segui...

Saudações democráticas

Parabéns ao PS

No dia 27, vamos todos vo...

últ. comentários
O Sôtor Elisio Maia fala assim porque depende do a...
ótimo blog, parabéns...
Realmente é o pais considerado como o pais do truq...
Conversa de urinol ..... caro boy PS!!!
Caro amigo anónimo, de facto encontro alguma razão...
meu caro amigo, não duvido das suas competências.....
está completamente certa. Mais... o 12º é pior, po...
nao faz a minima ideia de como existem formandos a...
Esta afirmação de Platão devia estar melhor docume...
Escandalizam-me reflexões como as do artigo da Sra...
mais comentados
links
arquivos

Setembro 2009

Agosto 2009

Julho 2009

subscrever feeds