Saltar para: Post [1], Comentários [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jamais

Jamais

23
Set09

Regresso ao PREC?

Pedro Picoito

A escassos dias de irmos às urnas, a possibilidade de coligação pós-eleitoral entreo PS e o Bloco de Esquerda veio dramatizar a campanha. Soares diz que o cenário não lhe repugna, Alegre apela à "esquerda possível", Ana Gomes mostra-se mesmo entusiasmada. Paulo Rangel, do outro lado, alerta para o risco de meter os herdeiros do "sistema soviético" no Governo à boleia de Sócrates.

A estratégia dos dois maiores partidos é clara: atrair o máximo número de votos das respectivas áreas políticas. No caso do PSD, isso poderia levar a uma aliança com o CDS. Seria uma reedição da AD de Sá Carneiro e Freitas do Amaral. E da que lhe sucedeu, anos depois, com Durão Barrroso e Paulo Portas. Já quanto ao PS, a coligação com o Bloco é uma absoluta primeira vez. Embora os socialistas, como vimos, não rejeitem o casamento. Perdão, a união de facto.

A questão é saber se o país, mergulhado na crise económica e política, aguenta um regresso ao PREC. 

 

(publicado hoje no Diário Económico)

 

2 comentários

Comentar post

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D