Saltar para: Post [1], Comentar [2], Pesquisa e Arquivos [3]

Jamais

Jamais

25
Set09

No dia 27, vamos todos votar no PSD!

Rodrigo Adão da Fonseca

990 posts, 2651 comentários, mais de 125 mil visitas (com uma média diária de cerca de 2.500 visitas), quase 250 mil page views, são estes os números de um blogue que procurou trazer para o debate a visão do PSD para o país.

 

O Jamais teve a virtude - num momento em que tanto se fala de renovação - de dar espaço a gente que escreve como gente grande, como a Daniela Major e o Tiago Ramalho, mas que não tem sequer ainda idade para votar, no mesmo plano de vozes que não precisam de apresentação, como José Pacheco Pereira, Vasco Graça Moura ou Paulo Rangel: partilharam este espaço militantes e independentes, ao todo 32, homens e mulheres de várias gerações. 

 

O que nos uniu? A vontade de trazer para o debate um discurso livre, baseado na Política de Verdade com que Manuela Ferreira Leite se tem vindo a apresentar aos eleitores.

 

Portugal viveu nos últimos 14 anos, mais de 11 anos de governação socialista. No dia 27, precisamos mesmo de assegurar um novo caminho, com a marca da mudança. Por isso, recomendamos o voto no PSD!

 

Obrigado a todos os que nos visitaram!

Os 32 colaboradores do Jamais

Comentar:

Mais

Se preenchido, o e-mail é usado apenas para notificação de respostas.

Este blog tem comentários moderados.

Este blog optou por gravar os IPs de quem comenta os seus posts.

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Jamais - Advérbio. Nunca mais, outra vez não, epá eles querem voltar. Interjeição muito usada por um povo de dez milhões de habitantes de um certo cantinho europeu, orgulhoso do passado mas apreensivo com o futuro, hospitaleiro mas sem paciência para ser enganado, solidário mas sobrecarregado de impostos, com vontade de trabalhar e meio milhão de desempregados, empreendedor apesar do Estado que lhe leva metade da riqueza, face à perspectiva terrível de mais quatro anos de desgoverno socialista. Pronuncia-se à francesa, acompanhado ou não do vernáculo manguito.

Arquivo

  1. 2009
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D